Travesti anã pauzuda fode a bunda do ex-pastor Alexandre

Sexo com travesti dotada – Como o baú da internet não tem fim, vira e mexe encontramos relíquias como esta abaixo. Uma travesti anã pauzuda metendo na bunda de Alexandre Senna. O dote grosso e depilado foi parar na sua boquinha gulosa. E como de costume, adentrou no seu rabo com toda malemolência que lhe é peculiar. Quicando como uma puta no cio e trajando um sutiã, Senna sentiu a verga dura acariciar sua próstata. Tanto vuco vuco no seu toba, nas mais variadas posições, só poderia finalizar com aquele banho de porra.

Alexandre Senna lascado pela travesti anã

De pastor à ator pornô

Em 2013, a reportagem veiculada no SBT Repórter apresentou a trajetória da indústria pornográfica no Brasil. Um dos personagens citados era Leandro da Silva Trindade, que largou o cargo de pastor da Igreja Universal para ingressar no mundo pornô.

A verdade é que Leandro cujo nome fantasia é Alexandre Senna já tinha sido ator pornô quando resolveu largar o pecado da carne e tocar suas atividades cotidianas como motoboy e pedreiro, além de exercer a função como pastor evangélico.

Com a crise financeira e as poucas oportunidades de trabalho fora do meio, Leandro abriu mão mais uma vez dos púlpitos para regressar sua carreira como ator de vídeos eróticos gays.

Pai de um casal de filhos e casado com Sibele Trindade, Senna teve todo o apoio irrestrito da esposa. Embora não gostasse da profissão do marido, Sibele apenas exigiu que o seu retorno fosse continuar fodendo com homens. Cumprindo o combinado, Alexandre saiu liberando o toba de todo jeito. Isso justifica o nome do brasuca ser um dos mais buscados em sites de putaria gay.

Veja outros vídeo de Alexandre Senna sendo fodido

Bisex: Alexandre troca xereca pelo pau da travesti

Troca-troca com a dama de ferro

Negros ativos fazem dupla penetração em Senna

Abusando do cafuçu no baile de carnaval

Levando pica dos machos do time de futebol

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*